Linguagem:   Português  English  Español 

Auto-Biografia

A minha Foto


O 3º dos 5 filhos de Maria Jacinta Raposo Entradas Gomes e José Carlos Alves Gomes nasceu no Hospital da Misericórdia de Ferreira do Alentejo no dia 8/11/1976 pelas 15 horas e 15 minutos com 4.300 kg “EU” baptizado em Ferreira do Alentejo com o nome de Joaquim Pedro Raposo Gomes em homenagem aos dois tios paternos. Ainda não tinha 3 anos quando fiquei órfão de pai, vivia com a mãe viúva e os meus 4 irmãos na Rua Jorge de Sena, em Ferreira do Alentejo.

Diz a minha mãe que eu era o mais parecido com o pai dos seus 3 filhos homens. De carácter tímido e reservado contrastando com a popularidade que já gozava devido à participação em várias actividades Socioculturais. De semblante sério assim como os seus objectivos levados a cabo com honestidade e empenho, características que produziram o seu efeito muito positivo na educação que eu e os meus irmãos recebemos da nossa mãe assim como o exemplo de vida que nos deu.

O liceu foi começado em Beja e concluído em Ferreira do Alentejo, quando “valores mais altos se levantam” os meus outros interesses no campo do voluntariado acabariam por prolongar esse período um pouco mais do que o esperado.

Dos cinco irmãos, os 3 rapazes tinham interesses em comum bem vincados. O desporto na sua característica infanto-juvenil porém vivida de forma louca e o voluntariado nos soldados da paz, herança emocional e intelectual do nosso pai falecido em Junho de 1979 deixando o saudoso cargo de comandante de Bombeiros Voluntários da Corporação de Ferreira do Alentejo. Os seus 3 filhos seriam Voluntários nos bombeiros com percursos brilhantes e de rápida ascensão

Fui membro da “Escola de Canoagem de Ferreira”, durante 2 anos, na qual participei no campeonato Nacional de Kayak Pólo. Jogador de futebol 5 na equipa dos Bombeiros Voluntários de Ferreira do Alentejo, durante 9 anos, na qual participei em várias Mini-Maratonas de futebol 5, entre Bombeiros. Fiz parte do clube de desportos radicais “Novos Horizontes”, durante um ano. Membro da Fanfarra dos Bombeiros de Ferreira do Alentejo, durante 16 anos grupo musical instrumental do corporação dos BVFA em que participava com Caixa Rufo depois Bombo e Timbalão e por fim com Caixa de Guerra. Instrumentos sempre tocados com a perfeição de quem se empenha e tem orgulho no que faz. Participei no Rancho Folclórico da escola E. B. 2,3 José Gomes Ferreira, durante 5 anos, no qual me desloquei a Mérida, em 1996, com o intuito de representar as danças populares do Alentejo, junto da comunidade espanhola

Aos 14 anos, em 1992 ingressei nos Bombeiros Voluntários de Ferreira do Alentejo como cadete seguindo os passos do falecido pai e do irmão mais velho que já era voluntário há algum tempo. O espaço e o ambiente não eram novos para mim porque desde os 12 anos que frequentava a Fanfarra,

Aos 18 anos ascendo a bombeiro aspirante e no mesmo ano a bombeiro de segunda, antes dos 22 anos já era bombeiro de primeira com um curriculum de arrepiar ou nem tanto se pensarmos que em vez de estudar matemática ou portugu&ecric;s como um adolescente normal eu tirava formações de salva vidas.

Fui Socorrista e Motorista em âmbito de voluntariado na Prevenção e combate a inc&ecric;ndios, Serviço de Saúde e transporte de doentes aos hospitais nacionais, Integração nas equipas de Prevenção e Apoio a Acidentes Automóveis (durante “Expo 98”), Integração nas equipas de Heli-Transportados de combate a inc&ecric;ndios, Bombeiros Voluntários de Ferreira do Alentejo

Participei no Grupo de Primeira Intervenção (G. P. I.) entre Maio até Setembro, em prevenção de Acidentes à Expo 98, (na IP 8, EN 2 e EN 121).

Participei no Grupo de Vigias (G. E. E. S.) e Grupo de Primeira Intervenção (G. P. I.) na serra da Arrábida, na prevenção e combate a inc&ecric;ndios no parque Natural, nos meses de Maio, Junho, Julho, Agosto e Setembro, dos anos de 1994, 95 e 96.

Para não alongar esta autobiografia enumerarei só algumas das formações, ou eventos, que me deram mais prazer:

  •  Curso de Tripulante de Ambulância de Socorro;
  •  Curso Básico de Socorrismo (TAT), Escola Nacional de Bombeiros;
  •  Curso de Nadador Salvador, promovido pela Associação de Nadadores Salvadores “ACHALE” e homologado pelo Instituto de Socorros a Naúfragos;
  •  Curso de Salvamento e Desencarceramento;
  •  Curso Básico de Socorrismo;
  •  Bombeiros de 1ª classe, em Outubro de 1999, 100 horas, promovidas pelo Serviço Nacional de Bombeiros;
  •  Bombeiros de 2ª classe, em Outubro de 1997, 100 horas, promovidas pelo Serviço Nacional de Bombeiros;
  •  Bombeiros de 3ª classe, em Outubro de 1994, 100 horas, promovidas pelo Serviço Nacional de Bombeiros;
  •  Congresso “Dia Nacional do Bombeiro”, nas Caldas da Rainha, em Maio de 1993, promovido pelo Ministério da Administração Interna e o Serviço Nacional de Bombeiros;
  •  Participação no Encontro Nacional de Jovens Bombeiros, realizado na Costa da Caparica, promovido pelo Serviço Nacional de Bombeiros – S.N.B, entre 31 de Março a 3 de Abril de 1993;
  •  Curso Essencial de socorrismo, Cruz Vermelha Portuguesa, em 1993;
  •  Carta de Embarcações de Recreio – Marinheiro;
  •  CCNA - Exploration…

Fui responsável pela realização do Projecto “Prevenção, Segurança e Socorro nas Piscinas Municipais de Évora”, que propôs, durante a minha presença nas Piscinas Municipais de évora, no âmbito da adaptação dos espaços às novas realidades.

Fiz voluntariado, com duração de dois dias, numa viatura do INEM, nos Bombeiros Voluntários do Cacém, durante a formação de Tripulante de Ambulância de Socorro.

Actualmente casado com Maria de Fátima Cabecinha, tenho um casal de filhos maravilhosos, frequentei a Licenciatura em Engenharia Informática Instituto Politécnico de Beja – Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Beja (ESTIG) – 2004-2009 – e claro ainda consto nas listas de activos dos Bombeiros Voluntários de Ferreira do Alentejo, tal como os meus dois irmãos.

Fiz Ainda, entre Fevereiro de 2010 e Fevereiro de 2011, uma especialização em Redes de Computadores (CCNA – Exploraton), da reconhecida Cisco. Em Novembro de 2010 fiz o CAP – Formação de Formadores.






Topo